My body is a cage - Peter Gabriel

Welcome to my world ♪


Follow my blog with bloglovin ♥

Friday, December 31, 2010

i can't sleep


A ventoinha não parava, fazia um ruído horrível, "Crack..." "Crack...". Não conseguia dormir... o calor era imenso, e pelos vistos a ventoinha não mudava nada, parecia estar ali só para fazer barulho e não deixar dormir. Ele dormia que nem pedra, roncava até e tinha cada perna para cada lado, o que fazia com que eu tivesse pouco espaço para me sentir à vontade.
Decidi levantar-me, mesmo não sabendo o que iria fazer a seguir. Olhei em volta à procura de alguma peça de roupa que pudesse vestir, mas que fosse fresquinha. Na cadeirinha à janela, onde me costumava sentar para violoncelo, estava um vestido. Servia para tirar o calor, vesti-o e fui até à rua. Não se ouvia nada. O cão estava a desenterrar um osso, mas quando me viu, parou, foi ao pé de mim e sentou-se e fez olhinhos como quem pede uma festinha na nuca. "Muito bem", pensei, e lá lhe dei uma festinha, parei diante da berma da estrada. Apetecia-me dar uma volta mas não sabia muito para que lado ir, fui em direcção à floresta. Virei à esquerda e fui andando. Pelos vistos o cão decidira acompanhar-me, sorri. Apenas os nossos passos se ouviam. A noite continuava a quente, senti pena por não existir uma brisa para me refrescar e fazer os meus cabelos dançar. 
Já avistava a floresta, apressei o passo, não sei porque. Entrei na floresta, e ouviu-se um pauzinho partir. Ouvia-se agora a corrente do rio da floresta, o que sabia bem, acalmava a alma. Peguei num pau, e atirei-o o cão correu atrás dele, foi buscá-lo e de seguida voltou com ele na boca, sentou-se à minha frente, e pousou no chão muito delicadamente, dei-lhe uma festinha. O Sol começava a nascer, mostrando os seus primeiros raios de sol. Segui em frente em direcção ao rio. Parei diante dele, mas o cão prosseguiu e do nada atirou-se para a água, nadou, e voltou para terra, deitando-se nas rochas mornas. Eu sentei-me ao lado dele, as rochas estavam quentes, tirei os chinelos, e mergulhei os pés, como sabia bem sentir as correntes passarem entre os meus dedos dos pés. 
Ouvi um pau partir ao longe, alguém vinha aí, mas não me virei para trás para ver quem era, alguém se sentou ao meu lado e molhou-me as mãos, olhei e vi quem era. Era ele com um sorriso glorioso, tão brilhante como os raios de sol que iam nascendo. Ele pôs as mãos molhadas na minha cara. Era fresquinho. O cão, talvez com inveja, aproximou-se mais, e pôs a cabeça no meu colo, passei a mão pelo corpo dele. O meu amor riu-se, fingiu bocejar e passou o braço pelos meus ombros e pescoço. Dei-lhe a mão e encostei a cabeça no ombro dele. Não dissemos nada, e ficámos, os três assim, a apreciar o momento e a desfrutá-lo até o sol aparecer por completo.

[completamente inventado]
[P.S.]
O blog das cartas já está feito, decidi fazê-lo com outra pessoa, com o Paulo, ainda está no inicio como é óbvio, e ainda temos muito que escrever. Chama-se "Our Date", espero que gostem.


Muitos beijinhos,
Adriana

[P.P.S.]

BOM ANOOOOO !

11 comments:

Catarina said...

Obrigada Adriana.
Adorei a descrição da parte do «ele dormia(...)»

Bom Ano Novo
que 2011 seja melhor que 2010

RITA said...

adorei estou a seguir!
tem um optimo ano (:

simple writer said...

um bom ano :D

ana moura said...

igualmente! bom ano, querida:)

Magda said...

Como é que tens tanta inspiração? *__* Conta-me o teu segredo*

Desejo-te um bom ano! :D
E vou já dar uma espreitada no blog das cartas :3

*

Catarina said...

Obrigada Adriana *.* ''Lindo e verdadeiro.''

simple writer said...

:)

P* said...

também precisamos amor

maria inês said...

eu não estou :b

ana moura said...

oh deixaram de me seguir, mas alguém já o veio "substituir"

Magda said...

hehehe apesar de ser segredo hei de experimentar essa tua técnica, parece resultar! :)
Ainda por cima agora comecei a ter aulas de argumento, vai ser escrever até não puder mais :x

Bem quanto aos assuntos do coração, já está tudo resolvido :)
Acho que ele não reagiu da melhor forma, mas ninguém é perfeitos! Acho que percebeu a mensagem :)

***